quarta-feira, 30 de agosto de 2017

LEMBREI DE NÓS


Tava aqui matutando quando foi que você virou meu grande amor, coisa difícil essa né. Cê sabe que sou muito ligada a datas, talvez essa minha obsessão seja para compensar a sua completa confusão com os números, o engraçado é que sou de humanas e você de exatas.
Fiquei pensando se teve algum acontecimento marcante que me fez ter a certeza de que era você e não aquele outro ou então o próximo. Acontece que não encontrei nada, mas me lembrei de algumas coisas que talvez tenha sido a soma de todas elas que te transformaram nesse cara que posso viver sem, mas escolhi viver junto.

Lembrei da primeira vez que ficamos? Da baita confusão se rolava beijo na boca, na mão, abraço ou apenas um "oi". E de como segurou minhas mãos tão forte que pude até sentir sua pulsação.
Lembrei de nós dois na fila do cinema e meu sorriso sem jeito te contando coisas sobre essa pessoa que ainda nem sabia ao certo quem era, na verdade só me descobri depois que você chegou.
Consegue lembrar da sensação do primeiro beijo? Eu lembro. Não vi estrelas, meus pés não levantaram, não ouvi pássaros cantando e nem apareceu coraçãozinhos em volta de nós, mas seu beijo era suave, um tanto desajeitado o nosso encaixe e mesmo assim foi bom, foi mais que bom.

Fiquei pensando que se o céu fosse por boas ações o teu lugar já estava mais que garantido, porque só uma pessoa cheia de luz para aguentar aquela pessoa que eu era no comecinho. Tão mimada, enjoada, de cara emburrada, de mal com a vida. 
Lembrei do dia que me comprou um cd da melhor banda que já existiu só para ver meu sorriso desabrochar, ainda fico feliz quando penso nesse dia. Teus olhos me observando entre a mesinha da mini cafeteria do shopping, sorrindo porque tinha conseguido me fazer esquecer que a vida aquela época andava uma merda e eu só fazia piorar.
E teve aquele outro dia que tentou me fazer uma mega surpresa me levando a um lugar novo crente que amaria, mas para variar odiei. Nesse dia apesar de não demonstrar uma pontinha de medo bateu lá no fundo do coração de você desistir de tentar salvar nossa embarcação. Mas você sempre foi você, percebi que sua vontade era gritar comigo até todo peso que te jogava nas costas saírem, mas tu segurou minha mão, e eu soltei meu coração.

Esses dias li um texto que falava sobre amor verdadeiro e foi impossível não me sentir tão cheia de você, tão cheia de nós. Tu me transbordou cara. Tirou todas as armadilhas que construí e nos fez casa. 
Gosto quando estou no meio do caos cotidiano e sou surpreendida com seus olhos me observando, com a mesma leveza  e encanto daquele dia na cafeteria. Cê tem noção do tanto que tem de você aqui dentro?
Parei pra pensar em nós e resolvi deixar registrado aqui só pra variar o quanto te amo. É isso.

18 comentários :

  1. Ai, esse testo me lembrou de alguém que conheci no meu passado e que foi luz nos meus dias nublados. Que foi paciente demais comigo, me aguentou e não surtou, pois eu sempre fui e serei alguém de personalidade fortíssima e nada fácil de lidar. E essa pessoa foi como um anjo, me apoiou em tantas coisas, foi minha base, meu ombro amigo, meu colo pra chorar, foi meu abraço reconfortante, meu sorriso de todos os dias e foi meu fiel amigo e companheiro. Sou me amar e me aceitar exatamente como eu era e mesmo assim, mesmo com tantos defeitos e deslizes, ele me amou profundamente. Sou grata pela pessoa que ele foi para mim naquele momento da minha vida. Embora não estejamos mais juntos, é alguém que certamente eu carrego comigo e que, de certa forma, sempre amarei. Mas os caminhos mudaram...

    Beijos,
    Blog Gaby Dahmer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom saber que essa pessoa te marcou de um jeito bom, acredito que você também tenha deixado marcas nele.
      Beijo

      Excluir
  2. É um texto de sua autoria?
    Que gracinha! Me lembrou os textos da Bruna Vieira em Depois dos Quinze.
    Amei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Klíssia.
      Sim é o texto de minha autoria, e para mim isso é um grande elogio. Obrigada

      Excluir
  3. Sempre me encanto pelos teus textos, isso já ficou bem claro entre inúmeros comentários que deixo por aqui aieuhaieuh. É tão gostoso quando a gente conhece alguém que topa dividir qualquer coisa contigo. Que topa fazer umas loucuras de vez em quando sem perder o rumo ♥ Acho que a melhor parte de tudo isso é saber que marcamos uns aos outros de formas únicas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu agradeço tanto esse comentário, sabe que sou sua fã né?!
      Verdade é tão bom quando existe aquela troca.

      Excluir
  4. Wont que texto mais lindo e ao mesmo tempo leve. Menina, eu sou totalmente sem noção com datas rs mal lembro do dia do meu aniversário e esqueço quantos anos estou fazendo kkkk mas até nisso vcs se completam, e essa é a parte legal quanto um completa o outro e viram um só (como as pessoas dizem por aí).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Erica.
      Eu sou extremamente apegada a datas e detalhes rs.
      Beijo

      Excluir
  5. Olá querida Camila, acredito que essa seja a minha primeira vez no seu blog e, digo que já estou apaixonada por ele! O layout é tão lindo, interessante e organizado! Parabéns :) e, que texto profundo, cheio de amor! Você tem o dom! O amor é assim, faz morada em nosso peito e armazena aquilo que é bom, mesmo que seja em memórias, lembranças... já amei pessoas que causaram isso em mim, e eu me lembro daqueles momentos com muito carinho, me tornei uma pessoa melhor por conta disso!

    Parabéns pelo texto, continue assim!
    Blog Senhorita Deise

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Deise.
      Fico muito feliz que teve uma experiencia com sua primeira vez por aqui e sinta-se em casa por favor hen.
      É bom né quando o outro nos deixa marca boas.
      Beijo

      Excluir
  6. Ai Cami, me identifico tanto com esse texto! Com essas coisinhas bobas, mas pequenas, que a gente guarda aqui dentro do coração dentre as boas lembranças, e que é gostoso visitar de vez em quando. Sou do tipo que guarda as datas, cada uma é especial pra mim. É tão bom lembrar do comecinho do relacionamento, é engraçado até, pensar que aquela pessoa se tornaria tão especial. Dá saudade, e muita felicidade por tê-la encontrado. O que vem depois é história, e muito amor <3 Texto lindo!

    Beijos!

    Letras na Gaveta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mari.
      É bem isso mesmo é uma sensação gostosa lembrar como tudo começou e de que aquela pessoa se tornou tão importante.
      Beijo

      Excluir
  7. Que texto lindo, eu diria uma declaração de amor rs
    Cada pequeno detalhe forma uma história de amor, uma linda história com muitos momentos maravilhosos cheio de descobertas e instantes únicos e muitas vezes mágicos.
    Amei demais seu texto <3
    Beijocas.

    www.meumundosecreto.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nessa.
      Eu diria que você acertou na declaração de amor.
      Essa é um pedacinho da minha história com o moço.

      Excluir
  8. Que declaração de amor em! Confesso que me indentifiquei demais com seu texto.
    É esse sentimento bom de amor que nos motiva nos dias cinzas, não é mesmo? Como a gente muda depois que conhecemos o real sentindo do amar.

    Beijos de luz <3

    ResponderExcluir
  9. Oi Camila, tudo bem? Que texto mais amor. As vezes a correria do dia a dia acaba nos fazendo esquecer como esses pequenos momentos são tão bons. O primeiro beijo, segurar na mão, olhar nos olhos, dividir uma coxinha... Eu também sou assim de guardar datas e desejo comemorar tudinho. Até hoje eu e meu namorado comemoramos o dia que nos conhecemos. Lembramos o frio na barriga, a insegurança se daria certo, e todo carinho que guardamos um pelo outro. São pequenas coisas que devem ser lembradas todos os dias. Amei suas palavras. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  10. Nossa, ler suas palavras me fizeram lembram da minha história com o meu noivo.
    Por um acontecimento, que nem era comigo, nos conhecemos e muitas coisas mudaram.
    Fico tão feliz quando lembro e percebo o quantquanto sou feliz 💜
    Continue escrevendo coisas lindas 💜

    ResponderExcluir
  11. CAMILA!!! Esse texto me lembrou a inocência dos namoricos de infância sabe?! E aquela confusão quando a gente não sabe ao certo o que fazer.. HAHAAH (ri alto com essa parte) Que delicado. "Tu me transbordou" <3 Sempre bom ler os teus textos. Beijos

    ResponderExcluir

Germine aqui um pouco de amor. ♥