25 abril 2017

ME DEVOLVI


Estou em reabilitação. Um longo e penoso processo de desintoxicação, estou limpando cada traço seu. Comecei com uma bela faxina em casa. Peguei vassoura, cloro, desinfetante afim de limpar qualquer resquício que ainda tenha ficado no chão do quarto.
Pensei em levar para a lavanderia as roupas de cama, mas depois pensei que teu maldito cheiro é extremamente insistente então tratei logo de botar fogo em tudo, por falar nisso encontrei sua camiseta azul, aquela que ficou procurando por uma semana, queria dizer que sinto, mas agora ela não passa de cinzas, mas a verdade é que vê-la queimando na lixeira de prata que ganhamos de presente de algum amigo metido a babaca me fez sentir viva como a muito tempo não sentia.
A cada fagulha que subia e logo se dissipava uma sensação boa percorria meu corpo, aos poucos me queimava junto, até o ponto de limpar a podridão que você me deixou.

Demorou, mas finalmente entendi que nunca existiu nós. Entrei de cabeça em uma piscina cheia de cacos de vidros só porque acreditava que no fundo dela haveria algum pouco de amor, mas você nunca soube ser líquido e amor sempre foi para os fortes e tu não passa de um covarde, bosta de covarde. Me destruí lentamente na esperança de que você pudesse recolher meus cacos e montar minha vida ao lado da tua.
Joguei meus desejos e discos antigos para caber o seu sorriso ao lado do meu quadro favorito no criado mudo, que de tão mudo guardou todos as lágrimas que encharcaram o travesseiro noite após noite quando meu coração se libertava da gaiola e chorava um amor que só fazia machucar.

Cê jura mesmo que acreditava nesse cuidado que dizia sentir por nós? Que todas as brigas que fizemos os vizinhos e o dono do restaurante da rua de baixo presenciar era excesso de zelo? Que me fazer sentir culpada por coisas ridículas era porque eu merecia?
Tu abusou do meu psicológico, da minha saúde física e mental. Seu falso amor adoeceu cada célula saudável do meu corpo, minou minhas certezas até elas soarem todas mentiras.
Quantas vezes acreditei nos seus joguinhos, nas suas frases cheias de autoconfiança, até seu olhar me desacreditava.

Acordei do pior pesadelo da minha vida, acordei de você. Não tem mais desculpas, flores, declarações, dramas, lágrimas que me façam acreditar que aí dentro bate um coração, a verdade que a única pessoa doente sempre foi você.
Eu? Eu estou viva, minha carne ainda está ferida, mas essa é a última vez que ela vai sangrar por você, nunca mais vou vê-la cicatrizando e logo depois aberta novamente só porque bateu na minha porta bêbado arrependido as quatro da manhã. Doeu perceber que havia me anulado para que você pudesse brilhar.

Liberdade. Liberdade. Liberdade. Nunca pensei que essa palavra passearia novamente pelos lábios, mas mais que dize-la possa vive-la, e tudo isso graças a mim. Sou dona da minha vida novamente, e nem pense se quer por um momento que você pode me fazer sentir menos por estar sozinha, estou é livre. 
Agora que você terminou de devastar tudo o que um dia eu fui, tenho a possibilidade de ser quem ainda não tive o prazer de conhecer.
Prazer, essa sou eu. Dona de mim.

39 comentários:

  1. Que texto lindo Cami! Saudade de visitar seu cantinho! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também estava com saudade de você por aqui. ♥

      Excluir
  2. Uau, Camila! Que incrível esse texto. É tão bom quando a gente acorda dos outros, quando a gente finalmente se encontra. Perfeito!

    beijos
    Psicose da Nina | Instagram
    Colunista no Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  3. Oi! O texto é lindo. Melhor coisa é se ter liberdade e se reconhecer nela. Bjos ❤
    Click Literário

    ResponderExcluir
  4. Ual! Isso foi muito intenso. Espero que esteja tudo bem em sua vida. Não é nada real né?
    Seus textos sempre causam impacto em mim.
    Um grande beijo

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que meus textos mecham tanto com você Lary.
      E pode ficar tranquila, está tudo certo. 😘

      Excluir
  5. Hey, Camis!
    Eita, que texto lindo! Super forte e comovente.
    Melhor sentimento da vida, estar livre para ser uma versão melhorada de você mesmo. Se encontrar dentro de si mesmo, e deixar a dependência de alguém, de lado.
    Mil beijokas - Entre um Livro e Outro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Anya.
      É libertador poder ser da gente mesmo novamente né.
      Beijo

      Excluir
  6. Eita que texto mara *U*

    Beijos,
    www.thalitamaia.com

    ResponderExcluir
  7. Me identifico nesse texto, sabe, nada melhor que se encontrar e parar de ser "para os outros". Love meee <3

    Bjinhos,
    ❥ AmigaDelicada.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Melhor coisa é o amor próprio né Vanessa.

      Excluir
  8. Isso ai!!!Arrasou em...Acho que todos nó um dia passaremos numa fase como essa.
    Amoo vim aqui ler os textos e contos.
    Beijos ❤
    Jardim de Palavras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mel.
      Fico muito grata ao ler seu comentário.
      Obrigada

      Excluir
  9. Ah, não, Cami! Essa eu tenho o maior prazer de compartilhar no face, só pra um certo alguém do passado ler e perceber como foi que me senti quando me livrei de tudo que sentia por ele. Hoje eu sou livre, sou dona de mim, sou autossuficiente para mim mesma e sou feliz assim. Sério! Esse texto foi feito pra colocar algumas pessoas no seus devidos lugares, rs.

    Beijos,
    Última postagemBlog Gaby DahmerFanpage

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há, Gabi sua linda.
      Compartilha mesmo que é pra ele saber que você está ótima.
      E curta bastante sua liberdade e nunca mais deixe qualquer pessoa te aprisionar.
      Beijo ♥

      Excluir
  10. Que texto maravilhoso foi esse? Bom para mim, no meu ponto de vista você quis representar que ela está se libertando de um certo tipo de relacionamento abusivo. Um relacionamento que só a consome e a machuca.
    Precisamos debater mais este tema em nossa sociedade, e expor tal assunto em forma de arte é brilhante para começarmos a dar vida a pessoas que estão se deixando destruir por outras, por um relacionamento abusivo.
    Amei esse final, foi simplesmente arrebatador. Vou ter a possibilidade de ser a pessoa que ainda não tive o prazer de conhecer. Prazer, essa sou eu agora. Dona de mim.
    Eu adoro seus textos, mas acredito que este fica entre os meus favoritos!
    Magia é Sonhar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, você capitou muito bem o que tentei dizer no texto. Queria mostrar que mesmo florindo as palavras ainda é um relacionamento abusivo.
      Fico muito feliz em saber que esse é um dos seus favoritos, ainda mais porque estou voltando a escrever aos poucos.
      Beijo

      Excluir
  11. Oi, Cami!
    Gente, que texto maravilhoso. Na verdade, todos os seus textos são, mas esse foi um dos melhores que li aqui.
    Meu namoro acabou recente e, apesar de não ter sido nada parecido com o relacionamento relatado no texto, eu me identifiquei um pouco com essa questão de liberdade.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do #Sorteio1KSeguidores

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lu.
      Sinto muito pelo namoro, mas que bom que curtiu o texto.
      Beijo

      Excluir
  12. Prazer sou eu, dona de mim! Esse texto é forte menina! Gostei viu?
    E é bom mesmo fazer uma faxina em nós de vez em qd, principalmente qd são resquícios de relacionamentos que vão mal...
    Bjks!

    Mundinho da Hanna

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ás vezes tem tanto dos outros em nós que esquecemos de quem somos né.
      Beijo

      Excluir
  13. Que texto empoderador, Cami ♥ Tava com saudade de te ler rs. Esses dias eu estava estudando para um prova sobre o amor líquido (alô Bauman), e comcei a pensar em todos os relacionamento que não dão certo, em todas as desculpas que as pessoas dão para não amar. Enfim, a gente precisa mesmo se desintoxicar de pessoas que faltam amor, mas também transbordar com aquelas que distribuem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há eu é que estava com saudade de ver você por aqui, some não por favor.
      Beijo

      Excluir
  14. Como é incrível encontrar textos que percebemos que a pessoa escreve com sentimento e deposita verdade em cada linha.
    Você escreve muito bem! ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há obrigada Emily, feliz em saber que você sente minha verdade ao ler.
      Beijo

      Excluir
  15. Oi, Camila. Mais uma vez encantada com um texto seu. Acho que muitos relacionamentos hoje estão fadados ao fracasso porque as pessoas simplesmente insistem em algo que não é pra elas. Infelizmente o amor engana a gente e ainda mais quem quer ser enganado, o fato é: precisamos deixar ir e saber cuidar da gente, saber não depender dos outros para ser feliz, saber "desintoxicar" das pessoas.
    Gostei muito do texto, parabéns! Blog Leitora Encantada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Miriã.
      Obrigada, feliz que tenha gostado.
      E realmente ás vezes precisamos fazer aquela mega faxina e deixar quem não nos acrescenta para trás.
      Beijo

      Excluir
  16. Olá, Camila.
    Mais um texto maravilhoso, meus parabéns! Foi quase palpável os sentimentos que pareciam saltar de cada linha. Infelizmente só enxergamos as coisas depois que tudo já terminou hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sil.
      Há tão bom ler um comentário assim.
      Mas antes tarde do que nunca não é mesmo.
      Beijo

      Excluir
  17. Que texto lindo e tudo isso que você relatou é verdade e em muitos pontos me vi em uma situação que eu já passei e que graça a Deus passou

    ResponderExcluir
  18. Amei o texto, sentimentos lindos na mão de quem não sabe retribuir não vale uma lágrima, uma franzida de stress, liberdade para ser feliz de sermos nós mesmos é tudo

    ResponderExcluir
  19. Oie Camila =)

    Precisamos nos desintoxicar sempre. Seja de pessoas que não nos fazem bem, ou de coisas e atitudes próprias que sabemos que não são boas.

    Carregamos muitas vezes fardos desnecessários e até mesmos pessoas que nos impedem de ser feliz. Que nos impede de ser livres.

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  20. Li seu texto e pensei muito sobre relacionamentos abusivos, onde um controla tanto o outro que chega ao ponto de anulá-lo, é algo extremamente difícil que muitas pessoas passam, sem conseguir se livrar disso e alcançar a liberdade.

    http://lenabattisti.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Eitaaaa que esse relacionamento teve fim graças a Deus. Adorei o texto e melhor ainda.ver que ela encontrou o que precisava. Liberdade

    ResponderExcluir
  22. Oi Cá! Vc simplesmente encerra perfeitamente seu texto com a frase Dona de mim. Amei!! Parabéns mais uma vez!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante
    Sorteio A guerra que salvou a minha vida

    ResponderExcluir

Germine aqui um pouco de amor. ♥