15 dezembro 2015

ESTÁ TUDO EM SILÊNCIO


Já faz algum tempo que tenho me sentindo um pouco vazia, como se algo dentro de mim estivesse estourado e aos poucos fosse perdendo coisas importantes pelo caminho. É uma sensação de impotência, é saber onde o buraco se encontra, mas não conseguir tapar. É saber onde dói e nenhum remédio melhorar.
Queria dizer que fiquei triste quando você combinou de vir me ver e assim como todas as outras quinhentas vezes simplesmente não apareceu, e também não se preocupou em me deixar esperando, mas é que dessa vez foi diferente pelo menos pra mim. Algo aqui dentro mudou, e juro que queria que fosse pra melhor, pensando bem talvez tenha sido. Abri mão de você, abri mão da gente. Abri mão, e o coração também, deixei você escorrer de alguém que me fazia bem, para alguém que quero bem, mas não necessariamente ao meu lado.

E sabe dessa vez não doeu como antes, não foi como nossas inúmeras brigas, onde eu tentava resgatar todas as palavras que foram jogadas mal pensadas no calor do momento. Dessa vez fiquei em silêncio, e talvez pela primeira vez depois de todos esses meses que tenho tentado te falar inutilmente o quão vazia tenho me sentido  você tenha percebido que as coisas entre nós já não são como antes. Ha um tempo atrás se alguém me pedisse para imaginar como seria minha vida sem você eu diria sem nem precisar pensar que um grande vazio, e que não haveria alguma forma possível de continuar a existir em um mundo que não tivesse a gente, mas olha só para mim, agora é cinco tarde e estou sentada em frente a janela enquanto tomo meu chá de frutas vermelhas que a proposito percebi que essa é a última caixa da viagem que fizemos juntos. Algo aqui dentro do peito pela primeira vez depois de dois anos se aquetou, é estranho né? Perceber que todo aquele amor, toda aquela loucura e euforia, todas as noites mal dormidas cessaram, está tudo em paz, tudo em silêncio.

Minha vida virou um grande filme, tenho me visto sentada assistindo as coisas passarem, e isso deveria me causar algum sentimento de desespero ou angustia, no entanto, continuo sentada esperando que algo realmente me faça levantar da cadeira e sair da sala. É estranho mas me sentir vazia tem me feito de alguma maneira um certo bem, você provavelmente diria que é por causa do meu acedente em Libra e logo em seguida rebateria, pois sabe que sou de Leão e que detesto toda essa calmaria, mas talvez só dessa vez os Zodíacos não tenham nada haver com isso, entende? Lá no fundo queria deitar a cabeça no travesseiro e me sentir dona da situação. Saber que estou no controle, mesmo que seja de um barquinho no meio do mar, mesmo sabendo que uma grande tempestade se aproxima e que tudo inevitavelmente seja destruído.

Te quero bem, aliás nunca quis tanto a felicidade de alguém como anseio pela sua. Mas sou madura o suficiente pra entender que não fazemos parte de uma história de conto de fadas daquelas que eu te pedia pra me contar nas minhas longas noites de insônia, obrigada por isso.
Espero sinceramente que um dia a gente possa se olhar com o mesmo carinho de antes, e que a gente aprenda que infinito não quer dizer que seja da mesma maneira que os filmes contam.
Vou ficar aqui quietinha deixando as coisas irem escapando até o grande vazio se fizer inteiro, depois, bem depois a gente vê.

28 comentários:

  1. Texto lindo! Ao ler, senti-me numa música de Taylor Swfit. Muito muito muito lindo mesmo. Parabéns.


    www.martinhabarreto.com

    ResponderExcluir
  2. Que lindo, Cami! Amo seus textos e esse está maravilhoso ♥
    "Lá no fundo queria deitar a cabeça no travesseiro e me sentir dona da situação."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada Bianca, fico muito feliz em saber que gostou.
      Beijo moça. ♥

      Excluir
  3. Lindo texto e super me identifiquei "Minha vida virou um grande filme, tenho me visto sentada assistindo as coisas passarem, e isso deveria me causar algum sentimento de desespero ou angustia, no entanto, continuo sentada esperando que algo realmente me faça levantar da cadeira e sair da sala."

    ResponderExcluir
  4. Camila você devia fazer parte do grupo "Existe amor na Blogosfera" seu blog tem tudo a ver com o povo por lá, é autêntico e com bom conteúdo tenho certeza que vão adorar ler seu cantinho aqui, assim como eu. Beijos...
    http://dellycatas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Lindo texto!

    Abraço,
    literarizei.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Na maioria das vezes me identifico com seus textos, mas esse foi o segundo que me deixou no chão. É a minha realidade. Já começou me descrevendo: "É uma sensação de impotência, é saber onde o buraco se encontra, mas não conseguir tapar. É saber onde dói e nenhum remédio melhorar."

    Beijos!
    Sessão arte: conheça o trabalho do Will Costa ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eita rs. Espero que as coisas melhorem para ti assim como para moça do texto.
      Beijo Isa. ♥

      Excluir
  7. Garota,eu sou sua fã rs :D
    Texto incrível,palavras que simplesmente transbordam da tela e tocam bem no fundo do coração.
    " e isso deveria me causar algum sentimento de desespero ou angustia, no entanto, continuo sentada esperando que algo realmente me faça levantar da cadeira e sair da sala."
    Simplesmente perfeito <3
    Beijos ^.^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Háaa Jenny ♥
      Muito obrigada pelo carinho de sempre viu.
      Beijo

      Excluir
  8. Caramba, que texto mais lindo! Às vezes a gente vê a vida como um telespectador mesmo, tudo para e começamos a ver que acabou... e aquele que a gente não se imaginava sem acaba deixando um grande vazio. Sério, tocou aqui dentro Cami ♥
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Mari, ás vezes tudo que podemos fazer é assistir.
      Acha que em algum momento da vida todos nós já sentimos um vazio dentro do peito.
      Beijo

      Excluir
  9. Que lindo, que lindo, que lindo!
    Lendo seu texto me veio mil coisas na cabeça, ate me emocionei aqui :~ haha

    ResponderExcluir
  10. Oii Camila! Acho que a gente ta na mesma vibe.. de repensar esse vazio sabe? (ate escrevi sobre isso esses dias...) Nao tem remedio mesmo, infelizmente. Temos que seguir, porque nao temos alternativa. E como voce falou, ficar na nossa e depois resolver (ou nao). Sinto que muito do que nos incomoda acaba sendo momentaneo.. e precisamos muito disso para escrever ne? HAHAHAH Parabens pelo texto. Beeeeijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que uma hora todo mundo acaba vivendo isso né?!
      Um beijo Beca.

      Excluir
  11. Moça, um dia eu vou chegar aqui e me debulhar sem pensar duas vezes, sabia? Isso não se faz :( "Saber que estou no controle, mesmo que seja de um barquinho no meio do mar, mesmo sabendo que uma grande tempestade se aproxima e que tudo inevitavelmente seja destruído." Tá incrível ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há moça faça isso não viu, prefiro seu sorriso. ♥
      Mas fico feliz em saber que ele despertou sentimentos em você.
      Um beijo Kelly

      Excluir
  12. "Espero sinceramente que um dia a gente possa se olhar com o mesmo carinho de antes, e que a gente aprenda que infinito não quer dizer que seja da mesma maneira que os filmes contam."
    Quando o texto é quase uma indireta que não se pode enviar para o "certo alguém".
    Poxa Cami, tá demais! ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esses textos que nos falta coragem de enviar com uma mensagem "é sobre você, leia"...
      Muito obrigada Gabi.
      Beijo ♥

      Excluir
  13. Esse texto ta ma-ra-vi-lho-so e nossa, parece que resolveu me escrever aí nas suas linhas, né? rs
    "Algo aqui dentro mudou, e juro que queria que fosse pra melhor, pensando bem talvez tenha sido. Abri mão de você, abri mão da gente."
    Ai... To encantada mesmo, como tudo se encaixou aqui comigo, muito obrigada por isso <3 e nunca pare de escrever, por favor. Certo? Certo.
    Mil beijos e desculpa o sumiço s2

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Beca que o texto te trouxe sentimentos e palavras que está vivendo.
      E pode deixar que não paro não viu?!
      Beijão sua linda e que saudade de te ver por aqui.♥

      Excluir
  14. Eu já passei por isso e você expressou muito bem... Tem uma hora que o fim é menos dor que ficar desgastando pra manter um "amor" que só nos machuca...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que a maioria de nós já passamos por isso em alguma fase da nossa vida.
      Beijo moça

      Excluir

Germine aqui um pouco de amor. ♥