20 novembro 2015

RESENHA | O SEGREDO DO MEU MARIDO

Sinopse: Ela virou o envelope. Estava lacrado com um pedaço de fita adesiva amarelada. Quando a carta tinha sido escrita? Parecia velha, como se tivesse sido anos antes, mas não havia como saber ao certo. Imagine que seu marido tenha lhe escrito uma carta que deve ser aberta apenas quando ele morrer. Imagine também que essa carta revela seu pior e mais profundo segredo - algo com o potencial de destruir não apenas a vida que vocês construíram juntos, mas também a de outras pessoas. Imagine, então, que você encontra essa carta enquanto seu marido ainda está bem vivo... Cecilia Fitzpatrick tem tudo. É bem-sucedida no trabalho, um pilar da pequena comunidade em que vive, uma esposa e mãe dedicada. Sua vida é tão organizada e imaculada quanto sua casa. Mas uma carta vai mudar tudo, e não apenas para ela: Rachel e Tess mal conhecem Cecilia - ou uma à outra -, mas também estão prestes a sentir as repercussões do segredo do marido dela.
Autor: Liane Moriarty                                Edição: 2014
Editora: Intrínseca                                     Páginas: 360
Gênero: Ficção/ Suspense                      Nota:  5/5
Já fazia muito tempo que queria ler esse livro vi muitas pessoas falando bem dele, e então navegando no site das Americanas vi que ele estava em promoção então tratei logo de compra-lo. Agora vamos ao que interessa falemos sobre o livro. Quando li a sinopse tinha em mente que a história toda iria girar em torno da carta que John Paul escreveu para sua esposa Cecília, que encontra a carta por acaso quando estava procurando uma pedra do muro de Berlim para uma de suas filhas, no entanto, qual foi minha surpresa quando logo no segundo capítulo encontro outra história e assim suscetivamente no terceiro capítulo, juro que achei que teria outra no quarto, mas então vou para a principal. Mas para entenderem melhor vou resumir as três histórias.
Como já sabem os personagens principais são Cecília e seu esposo John Paul, eles são casados a mais de quinze anos, ele trabalha fora fazendo longas viagens, enquanto ela cuida das três filhas e vende tupperware para as mulheres da vizinhança e escola onde as filhas estudam. Ela é a esposa, mãe, vendedora, amiga perfeita, respeitada pela vizinhança e tem tudo sobre controle em sua vida até achar a carta que dizia que era pra ser lida apenas em caso da morte de seu marido. Logo ela já não consegue pensar em mais nada além da carta, sabe que não seria certo abri-la, mas também não consegue controlar sua curiosidade.
No segundo capítulo conhecemos Rachel, uma senhora de idade que mora sozinha após a morte de seu marido. A única coisa boa que ainda a fazia rir era Jacob seu neto, filho de Lauren com Rob seu filho mais velho, mas então ela descobre que eles irão se mudar para outro país, isso trás a tona o sentimento de solidão e velhos fantasmas do passado, como a morte de sua filha Jaine que fora assinada com seus 17 anos. Ela trabalha na mesma escola que sua filha estudou e apesar de todas as cicatrizes tenta levar uma vida normal na medida do possível.
No terceiro capítulo encontramos Tess uma mulher que sofre de timidez severa, mas esconde de todos incluindo de seu marido Will e de sua prima e melhor amiga Felicity. Ela tem um filho de sete anos o pequeno Liam. Logo no começo é surpreendida com um fato devastador que a faz ir visitar sua mãe que mora na mesma cidade que Cecília e Rachel. 
Agora que já falei um pouco de todos os personagens vamos falar sobre o que achei. Como disse o fato de ser várias histórias me deixou um pouco confusa no inicio e tive uma certa dificuldade de entrar na história. Por não conter nada na sinopse do livro achei que seria tudo sobre Cecília e seu marido. Os personagens foram bem construídos, mas já no caso da Tess apesar de ter sido minha personagem preferida senti que ela não acrescentou nada ao enredo, senti que a autora quis ganhar páginas. Durante a leitura fiquei esperando o momento que a sua história fizesse sentido a trama, mas não aconteceu e isso foi triste.
Sobre o suspense que envolve a carta fiquei imaginando que demoraria muito para ele ser revelado, o que te de fato não aconteceu, mas imaginei que me cansaria rápido do suspense e da enrolação, mas as histórias paralelas cumpriram bem o seu papel. E acredite eu imaginei vários assuntos descritos na carta de John Paul e até o momento em que Cecília leu eu custei acreditar que aquele era o segredo, realmente fui surpreendida e isso foi maravilhoso. Na maioria das vezes eu já sei o que irá acontecer com o decorrer da leitura, mas esse livro ganhou pontos comigo.
Quando chega nos  últimos capítulos eles se tornam mais curtos, e a cada final te deixa com aquela sensação "mas oi, não pode acabar assim", e isso me fez não parar a leitura. O que mais gostei/odiei no final é que a autora passou um ar de tão real a tudo que aconteceu que meu coração se despedaçou em vários cacos, a história não teve o desfeche que esperava nem de longe e por isso foi brilhante, ela passou a ideia de que na vida real as coisas simplesmente acontecem.
A diagramação está perfeita, não achei erros de tradução ou de revisão, a folha ser amarelada sempre é um ponto a mais, no quesito capa não preciso nem dizer que ela é linda, o livro todo está de parabéns, e só não dei cinco estrelas por ter achado que a Tess caiu de paraquedas na história, apesar de ter amado como disse.
Quem aí já leu? Me conta o que achou.

15 comentários:

  1. Suas fotos estão cada dia mais linda, estou apaixonada! Não conhecia esse livro ainda, achei a capa linda, ainda mais que sou dessas que compra um livro pela capa hahaah, fiquei curiosa com a história. Adorei a resenha! Beijoos ♡

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há fico tão feliz ao ler isso Nessa, estou me esforçando muito para melhorar minha técnica.
      Nossa eu já tinha ouvido falar tanto dele que estava surtando querendo lê-lo.
      Espero que leia, a história é muito boa.
      Beijo

      Excluir
  2. Já ouvi muita gente falar sobre esse livro, mas não me interessei pela leitura porque ele não faz meu estilo. Suas fotos estão lindas! Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sinceramente acho que não tenho um padrão para livros, gosto de histórias que faça eu acreditar naquilo que estou lendo rs.
      Obrigada Mari.
      Beijo

      Excluir
  3. Quase não leio livros sobre esse assunto, mas não exclui o fato de ter gostado da sua resenha e ter ficado curiosa.
    Tenho uma lista imensa de livros para ler nas férias (e já coloquei esse nela rsrs)

    Sucesso com o blog
    Beijos
    www.raaymilhomem.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha como eu disse no comentário acima eu não tenho muito critério na hora de escolher um livro, se a capa ou sinopse me agradarem eu vou lá e leio rs.
      Espero que goste, um beijo.

      Excluir
  4. Ta lendo bastante nos últimos tempos, hein, moça? Isso é ótimo!!!!! Adoro suas resenhas s2 Só fazem aumentar minha lista de livros para ler kkk culpa sua ela estar quilométrica! u.u
    E entendo isso, é bem estranho quando amamos um personagem e ele simplesmente está na história por estar.
    Adorei e vou querer ler também rs. Mil beijosss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. To mesmo Beca. Eu tinha comprado alguns livros, mas estava meio desanimada esse ano. No entanto peguei no tranco a tempo de salvar o restante do ano rs.
      Há que bom que sua lista está aumentando porque a minha está terrível rs.
      Beijo

      Excluir
  5. Essa capa é tão fofinha e tranquila, adorei! <3

    Abraço,
    literarizei.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Nunca tinha ouvido falar desse livro, rs
    Arrasou nas fotos! As flores combinaram com o livro! <3

    ResponderExcluir
  7. Eu tenho problemas em ler resenhas, não consigo ler e ficar sem vontade de comprar o livro pra matar a minha curiosidade. D:
    Lá vai mais um livro pra minha interminável lista de leitura uhauhauh.
    Adorei que você combinou a capa com a sua flor nas fotos. ^^

    Beijinhos
    http://jessicajasmim.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sofro desse mesmo mal Jéssica.
      Sempre sou influenciada pelas resenhas rs.
      Que bom que gostou.
      Beijo

      Excluir
  8. Nossa, verdade sobre a Tess. Postei resenha desse livro esses dias, mas esqueci. Não acho também que ela tenha tido MUITA importância na história... Você já leu Pequenas Grandes Mentiras? É da mesma autora e é simplesmente sensacional. Dá uma olhadinha na sinopse... Se você gostou desse, acho que vai amar Pequenas Grandes Mentiras :D



    Conhece o nosso blog? Sempre retribuímos visitas e comentários de blogueiros: ourbravenewblog.weebly.com :)

    ResponderExcluir

Germine aqui um pouco de amor. ♥