s Te conto Poesia: SOBRE VOCÊ E O DEPOIS

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

SOBRE VOCÊ E O DEPOIS


Já rotulei tantas vezes o que sentia. Era necessário classificar o gostar de ficar junto como carinho, as galhardas como alegria, a vontade súbita de se encontrar no fim da tarde de saudade, daquele que me entende mesmo sem precisar falar de amigo. Sempre achei que as coisas só tinham sentindo se soubéssemos defini-las
O que eu não esperava era que um dia nossos olhos se cruzariam e assim como uma faísca acederíamos sem controle. Queimamos sem poder, disfarçamos, mas deixamos transparecer fagulhas de desejo entre nossos olhares. Respiramos fundo e guardamos tudo para um depois.

Você me chegou assim, sem carta de apresentação, sem me dizer onde já havia estado e nem para onde ia. Dizia que a mim bastava saber que agora estava aqui. Nunca me deixou conhecer além do sorriso de boca pequena, mas me investiga vasculhando cada canto meu pra saber como sou. Põe os dedos nas minhas feridas e acha graça quando digo que ainda dói. Sobe e desce quantas vezes lhe agrada sobre meus medos escondidos. Com você é sempre talvez-não sei, e eu fico aqui esperando que um dia finalmente você decida alguma coisa por nós. 

Eu sou o dia lindo e tranquilo, você é o furacão que vem e devasta tudo, você me revira do avesso e depois que cansa que me joga encostada no canto do seu móvel. Você brinca de desvendar, mas não se permite ser descoberto. A verdade é que cê já me viu nua várias vezes, com os sentimentos na mão e eu não consigo nem se quer descobrir que cor tem seus olhos.
Você é o incomodo de noite que não me deixa dormir em paz, é as questões que só aumentam sem se quer uma resposta. É a despedida que corri atrás e desejei de volta. É o abraço que não se encaixa nem no corpo e muito menos no afago, é a respiração ofegante mesmo que tudo por fora pareça calmo, é alegria e a tristeza juntas no mesmo copo. É minha folha do Word em branco tarde da noite porque não devo te escrever. 
E mesmo assim ainda continuo aqui e você aí, queimando em olhares que nunca conhecerão o depois...


17 comentários:

  1. "Eu sou o dia lindo e tranquilo, você é o furacão que vem e devasta tudo, você me revira do avesso e depois que cansa que me joga encostada no canto do seu móvel. Você brinca de desvendar, mas não se permite ser descoberto. A verdade é que cê já me viu nua várias vezes, com os sentimentos na mão e eu não consigo nem se quer descobrir que cor tem seus olhos." Eu simplesmente AMEI essa parte, sério. Você escreve tão bem! Eu adoro os seus textos e ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Vanessa fico tão feliz quando te vejo por aqui e o sentimento só aumenta quando deixa esses comentários lindo.
      Obrigada sua linda.

      Excluir
  2. Woooow! Que texto poderoso! Amei, Camila! ♥
    Beijo *

    ResponderExcluir
  3. Assim não dá Camila, que texto mais lindoo ♥ Às vezes aqueles amores que nos provocam os sentimentos mais fortes são justamente os que não podem ser definidos.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. UAU! Que texto! Que sentimento! Que combinação entre as ideias, as palavras.
    Adorei!

    Beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, fico muito feliz que tenha gostado Magda.
      Conheci seu blog através do Renata e fiquei pasma como tu escreve bem.
      Beijão

      Excluir
  5. "Você me chegou assim, sem carta de apresentação, sem me dizer onde já havia estado e nem para onde ia. Dizia que a mim bastava saber que agora estava aqui." Você tem o dom da escrita, eu fico lendo e me lembra tanto o incio do meu namoro, passa mil filmes na cabeça e me deixa mais apaixonada ainda ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oun Marcela, fico tão feliz quando floresce meu cantinho com seus comentários, obrigada moça. ♥
      Beijos lindo

      Excluir
  6. "O que eu não esperava era que um dia nossos olhos se cruzariam e assim como uma faísca acederíamos sem controle. Queimamos sem poder, disfarçamos, mas deixamos transparecer fagulhas de desejo entre nossos olhares. Respiramos fundo e guardamos tudo para um depois."
    Que texto lindo, Camila! Como sempre me fez pensar no inicio do meu namoro, em como o conheci..
    Sou muito fã do teu trabalho, beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alesca sua linda fico muito feliz que tenha gostado e que de alguma forma meu texto tenha despertado lembranças boas em você.
      Beijos linda

      Excluir
  7. O que é mágico na sua escrita é mergulhar em outros personagens, outras vidas e conseguir sentir tão bem em suas palavras o que estão sentindo. Me identifiquei com o "sempre achei que as coisas só tinham sentindo se soubéssemos defini-las", tão eu. Ai, ai, essas fagulhas "desconhecidas".
    Lindo texto, Cami!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adoro isso também Rebeca, amo poder entrar na pele da personagem e sentir tudo e isso acontece muito quando leio seus textos, já te falei né?!
      Que bom que gostou.

      Excluir
  8. Uooou... tão vc esse texto. Profundo, desesperado e apaixonante.rs Ja disse que te amo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Basicamente esta querendo dizer que sou assim? É isso, o pior é que está certa rs.
      Acho que hoje não hahha.
      Beijos

      Excluir
    2. Sim, você é muito assim.haha como se não soubesse?!
      Te amo pra ontem... te pra hoje. Pronto.
      Câmbio final.

      Excluir

Germine aqui um pouco de amor. ♥