28 setembro 2015

SOBRE MEU CABELO

Sou apegada a tantas coisas, daquelas que guardam tudo em caixas coloridas ou soca tudo lá no fundo guarda-roupa achando que um dia aquilo vai ser útil de novo. Guardo cartas de pessoas que hoje mesmo sabendo meu endereço já não moram aqui dentro, e ainda assim estão todas guardadas em uma velha caixa verde de perfume da Boticário, e nessa mesma caixa tem bilhetes escrito em guardanapos, comprovantes de cinemas, chaveiros e tudo que um dia já foi importante na minha vida. Enfim sou daquelas pessoas que precisa de um comercial da OLX na vida pra dizer a si mesma "desapega". 

Por outro lado não sou nenhum pouca apegada quando o assunto se trata do meu cabelo. Tenho 27 anos e desde os meus 18 eu pinto, e ao longo desses anos já passou muitas cores nessa cabecinha. Apesar de serem quase dez anos não pintei o cabelo durante todos esse período todo, passei alguns anos ao natural, e se contar com a época de gravidez que no caso foram duas e amamentação eu tiraria uns cinco anos. 

Quando era mais nova queria ter o cabelo vermelho cereja e minha mãe nunca deixava, falava que era muito nova e essas coisas que mães sensatas dizem, então pra tentar não me deixar com um bico que duraria dias, semana, meses, anos ela disse que quando completasse 18 anos poderia pintar até de verde se quisesse, belo prêmio de consolação, o detalhe é que na época eu tinha uns 15 anos rs. Então quando completei meus tão esperados 18 anos a primeira coisa que fiz foi comprar duas caixinhas da Koleston "Vermelho Cereja Intenso" e tascar na cabeça. Resumindo eu era um ponto branco pegando fogo na cabeça, mas um ponto branco feliz.



E observando algumas fotos antigas percebi que toda vez que meu cabelo mudava de cor ou de corte era porque alguma mudança estava pra acontecer. É como se meu ele fosse uma mistura de previsão de mudanças. Quando fico inquieta demais o primeiro a "sofrer" as consequências é ele.
Ano passado decidi corta-lo, detalhe el estava na altura da barriga. Fiquei me segurando ao máximo, porque quando se trata do meu cabelo sempre quero fazer pra ontem e durante esses anos já me arrempedi um pouco por causa disso, então fiquei mais o menos uns dois meses com essa vontade me torturando, e milhares de pessoas sem noção enchendo o saco dizendo que me arrependeria e todo aquele blá blá, pra minha sorte quando se trata do meu cabelo ligo o dana-se e esqueço as opiniões alheias (preciso colocar isso em prática em outras áreas da minha vida), então quando surgiu um motivo lindo de cortar a cabeleira (veja aqui) lá fui eu cortar a juba curtinha.
E depois de novembro quando cortei já voltei pro loiro natural (sim sou loira), fui um pouco mais loira e decidi voltar para o ruivo (porque minha alma é ruiva). E olhando as fotos de menos de um ano é visível o quanto meu cabelo cresceu.



Isso me fez perceber o quanto as coisas seguem o curso natural delas, eu não fiz nada para que meu cabelo cresce mais rápido, nada dessas soluções mirabolantes que podemos encontrar Youtube a fora, apenas deixe ele crescer o tanto e como quisesse. E resolvi pintar semana passada de ruivo de novo, porque sim, porque deu vontade. Quando postei uma foto no Facebook com as madeixas lisas, muitas pessoas me perguntaram "cade os cachos?", algumas ficaram indignadas porque estava lisa, minha gente como assim? Sou dona de mim, e isso inclui meu cabelo, apesar de amar meus cachos se me der vontade de fazer progressiva (o que não foi o caso) vou lá e faço, odeio essa coisa de algumas gurias que resolveram se aceitar ficarem empurrando suas ideologias em todo mundo. Somos livres pra decidir por cachos ou chapinhas e qualquer decisão está tudo certo.

Esse post era só pra falar sobre o tanto que meu cabelo cresceu e virou esse textão (nunca fui boa em resumos), e pra dizer desapega (já perceberam que estou numa fase assim) desse medo de mudar, de inovar e se der vontade vai com a cara e com a coragem, e ser der medo, vai com medo mesmo. Cabelo cresce gente e como cresce.

E vocês, já pintaram, cortaram, fizeram algo radical? Me conta quero saber.


32 comentários:

  1. Lacrou Cami ♥ Tenho esse mesmo pensamento que você, eu sou livre para fazer o que bem entendo com o meu cabelo, seja cortar, pintar ou o diabo à quatro. E também concordo quando falas que geralmente significa um sinal de mudança. Ando pensando em fazer um post assim depois de ter cortado meu cabelo no ombro, apesar de que já ando louca para que ele cresça novamente aiuheiuhae, mas quem sabe. Enfim, o ruivo cai muito bem em você.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não entendo essa necessidade de algumas pessoas ditarem como você deve ser ou agir.
      Gosto de ser livre pra fazer o que quiser não só com meu cabelo, mas com minha vida também. Se você parar pra ouvir os "argumentos" dos outros, talvez hoje não tivesse fio nem um na minha cabeça, já que cada um tem uma opinião.
      Por falar no seu cabelo, eu amei o corte, vi em uma foto do teu Instagram e achei que ficou lindo em ti.
      Beijos Kelly

      Excluir
  2. Isso mesmo, Cami! Conheço várias pessoas que voltaram aos cachos e querem impor essa condição à outras. Cada uma tem a liberdade de ter o cabelo que quiser, se quiser ser careca, tudo bem, oras!
    Fiquei dois anos sem cortar o cabelo, já tava quase na cintura, e em março eu acordei e falei "vou cortar" e cortei. Minha mãe não falou comigo por dois dias!!!
    Agora ela quer que eu corte mais??????? Vá entender! haha
    Ótimo post, e realmente, você tem alma ruiva! Dá para perceber só pelas fotos, rs
    Beijo ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ta vendo?! Se formos ouvir as opiniões dos outros nunca conseguiremos fazer aquilo que realmente nos agrada.
      Fico feliz que tenha gostado do post.
      Olha não sei porque não nasci ruiva rs.
      Beijos ♥

      Excluir
  3. Adorei Camilla!!!! Meu cabelo era mega enrolado, como da minha filha. Cresci ouvindo: cabelo armado, bombril, prende isso! Aff qria ser lisa, e com 19 e trabalhando, peguei meu salário e fiz a progressiva e amei!!!!! Qdo pequena, tudo era caro e não tao acessível como hj. Agora é moda ter cachos, é lindooooo (sim amo cachos) mas, agora valorizam antes não era assim.
    Por onde ando com minha filha, só elogios aos cachinhos dela, fico mega orgulhosa.
    E ela tera cachos até qdo quiser, qdo trabalhar e for maior de idade se quiser mudar, irei apoiar sim!!!
    Cada um é livre para escolher sobre seu cabelo e pronto e devemos respeitar!!!

    Bjinhos e essa é minha história!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Mayra que gostou.
      E fico feliz em saber que sua pequena quando crescer terá o seu total apoio em suas escolhas, e confesso que babo nos cachinhos dela, ou melhor nela toda rs.
      Beijos e amei saber um pouco mais sobre sua história. ♥

      Excluir
  4. Digitando com os pés porque com as mãos eu tô aplaudindo! ^^'
    Brincadeiras à parte, amei a mensagem deste post. Eu acho incrível essa possibilidade que nós temos de mudar nosso cabelo a torto e a direito e fico boba com o fato de como as pessoas se intrometem nas nossas vidas - às vezes até com boas intenções. Mas temos que saber fazer a nossa voz ser ouvida, mesmo em coisas "pequenas" como nossas madeixas.
    Como você, eu comecei minhas transições aos 18 e sempre quis ser ruiva, mas tive que ouvir muitos "nãos" pelo caminho. Pensei em desistir, mas fui até o fim e hoje não me arrependo nem um pouco: me encontrei nos fios laranjinha! <3
    Um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rindo alto aqui Gabriela rs.
      Pois a melhor parte de mudar é não ter que ficar se prendendo a padrões de beleza, seja os que a mídia nos impõe, os colegas ou até nós mesmo, o melhor é poder ter o direito de escolher o que quiser.
      Fui lá curiar seu blog só para poder ver seu ruivo e ainda bem que tomou coragem, ficou linda em você, você é linda.
      Beijos Gabi♥

      Excluir
  5. Seu cabelo loiro é maravilhoso, mas você ruiva é lindo demais. Amo seus cachos ruivo, acho a coisa mais linda ♥ Eu nunca pintei o cabelo, mas pra não dizer que nunca fiz nada radical, eu tinha o cabelo quase na bunda e cortei curto quase igual cabelo de homem, no pescoço sabe?! Acho que nunca mais terei coragem LOL Amo cabelo grande, mas no momento ele está no peito, não vejo a hora de estar enorme de novo. E relaxa, esse povo adora mandar nas nossas vidas, sorte a sua que pode ter cabelo cacheado ou liso. :D Beijoos ♡

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então Vanessa acho que isso é legal, você mudar ou não porque quer, porque gosta. Não porque os outros acham que ficaria melhor.
      O bonito é aquilo que te faz sentir bem.
      Eu também quero que meu cabelo cresça de novo, mas crescer e sentir necessidade vou lá e meto a tesoura de novo rs.
      Beijos Nessa

      Excluir
  6. Sabe aquela musiquinha de quando a gente era criança? Loiro, moreno, careca, cabeludo?! hahaha Eu passei por todas essas etapas. Sou igual a você, guardo o primeiro chiclete que o crush me deu e não sou apegada ao cabelo. Dá pra entender? Tenho em mente que é bom mudar. Sempre e que seja pra melhor.
    Só que tenho uma queda pelo seu cabelo ruivo e cacheado, acho tão lindo! :3


    http://seismilmilhas.com/
    http://facebook.com/seismilmilhas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alguém como eu ahahha.
      Meu cabelo é tipo: "Vamos lá, sei que aguenta", quando criança detestava cortar, fazia um escanda-lo só para cortar as pontinhas, depois de grande gerei um desapego tão grande em relação ao meu cabelo, vai entender né rs.
      E confesso que também amo os cachos com ruivo.
      Beijos

      Excluir
  7. Mulher esse seu cabelo é divo demais, mas confesso que sou apaixonada pelo ruivo e é como minha mãe diz nada como uma boa mudança para lavar a alma haha parabéns por todas as fases, beijos Mila.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também tenho gostado mais do ruivo Lu, acho que nasci loira por um erro técnico hahha.
      Concordo com sua mãe mudar faz bem.
      Beijos

      Excluir
  8. Ai sua linda!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Amei as fotos, e UAL você tem cachos maravilhosamente-lindos-demais-to-encantada. (deus benza u.u)
    Ruiva ou loira, continua linda. E as pessoas tem dessa mesmo. Quando ta cacheado "blablabla por que você não alisa?" "blablabla prancha que vai ficar lindo", e quando você resolve arriscar (porque quer), ou só curtir um lisão mesmo começa o mimimi chato. Deuses! O cabelo é nosso e a gente faz o que quiser, certo? Certo!
    Menina, nem me fala de mudar. Lá pelos 12 anos pintei uns pedaços com papel crepom rosa choque, ficou um monte de mecha vermelha sem noção pela cabeça kkk. Depois, com 14, sempre quis ter o cabelo vermelho cereja também, tipo o da Dulce e o seu. Minha mãe concordou e comprou uma tinta, olha só a cor: Loiro cobre avermelhado. Imagina a frustração de uma adolescente boba quando o cabelo ficou LOIRO COBRE AVERMELHADO e não vermelho cereja? Depois dos primeiros dias eu parei de ligar, mas o apelido de cenourinha ainda ficou por uns tempos kkkk.
    Depois disso teve corte químico e eu demorei a pintar de novo. Usava tonalizante vermelho, depois passei para o preto. Também fiz mechas rosas novamente (dessa vez rosas mesmo) com papel crepom kkk Pintei de vermelho há uns meses, e agora ta esse castanho cor de nada de sempre.
    Eu não sei porque falei tudo isso kkkk mas tudo bem.
    Adorei a postagem e teu cabelo é lindão, tu já sabe. PS: A QUINTA FOTO TA MARAVIOSA!! E a sexta também, parece Valente *-*
    Beijoooo ♥♥

    Com carinho, Beca; Café de Beira de Estrada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nooossa tu realmente tem história pra contar do teu cabelo Beca, a história me lembrou minha tia que é mais nova que eu, na adolescência eu pintava direto de crepom o cabelo dela, e o coisa difícil de sair hen.
      E é tão bom poder mudar né?! Poder escolher o cabelo que quer ter, a roupa que quer usar, enfim é bom ser dona da gente.
      Beijos ♥

      Excluir
  9. Eu sempre quis ter oc abelo vermelho mas minha mãe tbm não deixava. Agora, aos 27 tbm, faço luzes há uns 2 ou 3 anos. Mas beeem espaçadas, 2 vezes no ano, por aí... mais pra esconder os cabelos brancos que moram na minha cabeça desde os 14, fuén.
    Tenho que confessar que acho que você fica linda de cachinhos, mas você tá certa: o cabelo é seu, cê faz o que quiser com ele! Eita mania que a gente tem de querer dar palpite na vida dos outros, né, não?
    Um beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mães sendo mães são as melhores né?!
      Então tem dias me gosto mais com cachos e em outros com lisos, é isso que gosto poder escolher o que gosto.
      Beijão Lívia

      Excluir
  10. Queria dizer que durante todo esse tempo eu achei que você fosse ruiva natural :O Sério, teu cabelo é perfeito Cami! Tanto a cor como a textura. Não sei porque, mas meu ruivo não combina com cachos ou ondas, fica parecendo que ele tá super ressecado e mal cuidado. Invejo gente que tem esses cachos e essa cor, tipo você hahaha.
    Também percebi o quanto cabelo cresce. Eu costumava cortar só as pontas de vez em nunca e sempre sofria, mas ano passado e a alguns meses atrás eu cortei long bob (grande superação). Claro, no começo odiei profundamente, mas já estou me acostumando com isso, cabelo cresce!
    Beijos :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade Ju eu sou ruiva de verdade, apenas meu cabelo nasceu loiro, falha tecnica hahha.
      Acho que nos acostumamos com tudo né?!
      E sim cabelo cresce.
      Beijos

      Excluir
  11. Eu sou muitooo apegada ao meu cabelo,nunca pintei,corto só as pontas porque prefiro ele grande e alisei umas duas vezes na vida (nada definitivo),tenho umas ondas nada definidas,que eu adoro,e eu simplesmente amo cachos,mas não acho que a gente tenha que impor nada de cor ou forma pra ninguém,até porque achei que você ruiva é muito mais linda,mesmo que o loiro também fique incrível e que seu cabelo é mais bonito cacheado,mas quem sou eu pra falar que você não pode passar chapinha?!!!
    Essas pessoas que reclamam são todas insatisfeitas consigo mesmas e ficam querendo achar defeito nos outros,não liga não :D
    Adorei a postagem <3
    Beijos ^.^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adoro seu cabelo Jhenny.
      Verdade gente que reclama são as mais infelizes.
      Beijos e que bom que gostou. ^^

      Excluir
  12. Não acredito que tu é loira naturalmente!! Nunca tinha imaginado, e o ruivo cai tão bem em ti <3 Tenho muita vontade de ficar ruiva, mas como o meu cabelo é preto teria que descolorir muito, daí fico com medo (ainda faço progressiva). E aquela foto com o cabelo cacheado e compridão te faz realmente parecer uma princesa da Disney hahaha. Mas de verdade, tu combina com todas as cores de cabelo. Todas ficam muito naturais em ti.
    E que mania chata é essa das pessoas que querem mandar no nosso cabelo? O cabelo é meu, eu faço o que quiser com ele! A gente tem que gostar, e mais ninguém. E realmente mudar é muito bom, eu tinha o cabelo comprido e em 2012 cortei acima do ombro (não gostava de cortar), e depois disso nunca mais fiquei com medo de cortar. É libertador, e sempre que estou querendo iniciar uma nova fase na minha vida acabo querendo mudar o cabelo primeiro. Uma vez quase dei a louca e cortei mega curto, mas pensei bem e acabei não cortando hahaha. Se o meu cabelo não fosse tão escuro eu iria querer pintar, acho tão legal quem muda a cor sempre!
    Enfim, resumindo: amei o teu post <3
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa Mari eu achava que tu pintava o cabelo, ele é tão pretinho. E eu acho que ele super intensifica esse olhar que você tem.
      E sobre cortar eu amo mudar o meus cortes, mas agora estou aquela saudade do cumprido.
      Beijão ♥

      Excluir
  13. Eu também já fiz um monte de loucura no cabelo. Há uns dois anos aderi a um undercut, pq meu cabelo perto da nuca já estava muito maltratado que não tinha mais salvação: foi cereja, pink, verde e azul. Não tinha como sobreviver mesmo, o coitado. De uns tempos pra cá venho tentando deixá-lo crescer, mas parece sempre impossível, pq as pontas sempre parecem feias e eu fico sem paciência pra vê-lo sem saúde. Enfim... Acho tão bom relembrar nossas transições. Mas de todos os seus cabelos o que mais gostei foi o cacheado grandão. (Amo cachos. Queria ter cachos. Pq vida? :x ) A cor tava linda, os cachos maravilhosos e pareciam super saudáveis. Meu preferido. Mas seu cabelo atual te deixa com um jeito bem mais jovem também. E acho que o que importante é a gente tá curtindo o momento né?

    Beijo Cami.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que sempre é bom mudar, não podemos ficar presos.
      Temos que fazer aquilo que nos da vontade.
      Adorei conhecer a história do seu cabelo Re.
      Beijos

      Excluir
  14. Sou apegadíssima nos meus longos fios que convenhamos, demoraram horrores para crescer. Já me aventurei em tudo que é tipo de cabelo antes e agora meu desejo maior é o longo. Já fiz franjinha, cortei na altura do ombro, já deixei cacheado ao natural, alisei pra me sentir diferente, pintei mechas de rosa e azul e até californiana já inventei de fazer. Mas tô meio natureba dessa vez, voltando as origens. hahahaha
    Mas cá entre nós, loira, morena ou ruiva é impossível não olhar pra essa cor invejável de olhos (sou apaixonada pelos teus). Ah, ruivo e curtinho teu cabelo tá um charme, cai muito bem em ti! ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho teu cabelo maravilhoso Gabi (você toda na verdade).
      Mas que bom que agora esta do jeito que gosta e sente bem, acho que no fim das contas isso é a única coisa que importa.
      Beijos

      Excluir
  15. Eu passei a vida alisando cabelo, que era isso que "dava certo" pra quem cuidava de mim. Esses anos todos era um saco ter que ficar horas com alguém mexendo na minha cabeça e eu ali parada sentindo aquele desconforto. Em 2013 decidi que não queria mais isso pra mim. Queria e precisava me libertar, fiquei meses sem cortar o cabelo, que é algo que eu realmente gosto de fazer, me tira um peso (literalmente) das costas, rs. Não fiz bc, na época nem sabia o que era isso. Em 2014 eu cortei pra tirar todo o restante de química que carregava comigo e desde lá venho cuidando de tudo em casa. E olha, tô bem satisfeita. O medo antes era como que ia ficar mas meu black ficou tão lindo mesmo com corte caseiro que eu pouco me importei. Tá torto, tá errado e combina super bem comigo pq eu sou assim né? Ninguém é perfeito. Eu tenho acompanhado muitas meninas aderindo aos cachos, dando adeus ao reinado da chapinha e isso é muito bom mas não vou negar que vejo alguns bastante exaltada com quem não "entrou na onda". Cara, não é moodinha, é cultura, aceitação e libertação. Libertação tbm significa respeitar a escolha do próximo né? Igual as minas que se orgulham de ser feminista mas tão criticando as outras minas por não serem extremistas como elas. São esse tipo de atitudes que deturpam qualquer causa :/
    Enfim, fiz textão sem querer. Aproveito pra dizer: Cara, já tentou ficar careca? Tipo, todos os tipos de cabelo caem bem em ti! Que benção! hahaha
    Bj, Camis <3
    rhuanytta.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho super legal quando a gente abre mão de achar que aquilo é a única forma de sermos bonitas, seja a prisão da chapinha ou a definição de cachos, pois vejo várias garotas que "assumiram" os cachos, mas não sai de casa sem fazer fitagem ou com ele molhado, tipo oi? Entende só estão trocando uma prisão pela outra, liberdade é você poder ter o cabelo que quiser e aceitar ele do jeito que é.
      Eu adoro o teu cabelo, acho ele lindão e super combina contigo.
      E sobre raspar a cabeça, já pensei em raspar do lado rs.
      Beijão Rhu ♥

      Excluir

Germine aqui um pouco de amor. ♥