24 junho 2015

ROTAROOTS: 10 COISAS QUE EU APRENDI COM RELACIONAMENTOS


Falar de relacionamentos é sempre complicado porque não existe uma formula universal para fazer duas pessoas diferentes darem certo. Cada caso é um caso, o que funciona para mim não necessariamente funcionará para o meu vizinho. O bom é que sempre aprendemos algo com aqueles relacionamentos que não deram certo e também com os que deram. Hoje vou listar 10 coisas que aprendi nessa coisa de se relacionar com outra pessoa.

1. Se começou errado irá acabar errado.
Como disse cada caso é um caso, mas sejamos honestos 90% dos relacionamentos que começam de um jeito torno não tem futuro de ir adiante. Conheço inúmeros casos de pessoas que entraram no meio de outra relação, era o outro (a) até virar o oficial, e depois tcharan aconteceu com eles a mesma coisa. Por isso cuidado ao embarcar nessas histórias complicadas demais.

2. Escute seus pais.
Aprendi essa regra da maneira mais difícil. Pode falar se sua mãe ou pai não tem um radar que detecta maus elementos, a minha tem. Namorava com um rapaz a uns dois anos e minha mãe nunca gostou dele, claro que ela sempre o tratou bem. Um dia ela me disse que ele não era pra mim, que tinha algo nele que não era certo. Bati o pé e continuei, até descobrir que todo amor que ele dizia sentir por mim foi transferido para outra boca.  Moral da história: escutem seus pais.

3. Não esqueça os amigos.
Essa é a mais comum acontecer, quando estamos apaixonados queremos passar o tempo toda com a pessoa amada, se o relacionamento estiver no comecinho então ferrou. Nessa brincadeira de ficar só com o paquera esquecemos de passar tempo com os amigos. E aí quando o relacionamento dos seus sonhos acaba pra quem você corre? Por isso lembre-se amigos sempre serão amigos.

4. Quem quer carinho tem que dar carinho.
Quem não gosta de um carinho? O problema é quando você só quer e não sabe dar. Cobra que o outro não demonstra, mas você também só fica esperando receber. Já ouviu aquele ditado que é melhor dar do que receber, pratique-o.

5. Não se perca.
Namorar, compartilhar uma vida em comum é ótimo, mas isso não te torna a outra pessoa. Saiba viver sem o outro, não se importe de ir ao cinema sozinha, passear no shopping, parque. Muita gente quando acaba o namoro parece que morreu, que não faz mais sentindo viver. Claro que tem aquele período de fossa que ficamos mal, isso é normal. 

6. Aprenda a ouvir.
Quando as coisas não estão indo bem, isso é um ótimo conselho. O ser humano tem um sério problema de pensar nele primeiro depois no outro. E quando surge as brigas a primeira coisa que pensamos é nos auto defender e acusar o outro. Saiba escutar.

7. Não queira mudar o outro.
Quando começou a namorar aquele defeitinho era fofo, mas com o passar do tempo ficou insuportável ao ponto de querer que o outro mude. Cada pessoa é diferente embora muitos casais pareçam aquele par perfeito que combinam em tudo, acredite eles também possuem milhares de coisas diferentes e o que faz dar certo é que eles sabem os defeitos e ainda conseguem amar o outro por todo o resto.

8. Você precisa abrir mão ás vezes.
Nem sempre você ganhara a briga o aquilo que quer, saber ceder é extremamente necessário. Assim como pedir perdão, e muitas vezes terá que fazer isso estando certo.

9. Ciúmes demais não é saudável.
Ciúmes nenhum é bom, mas não acredito em quem diz que não sente. 
Aquele ciúmes possessivo, que tem o outro como sua propriedade esse desgasta e acaba com qualquer relacionamento.

10. O verdadeiro permanece.
Existem casos que seu primeiro amor será o último, no entanto a grande maioria irá ter alguns relacionamentos antes de chegar aquele que fará todas as lágrimas, decepções, brigadeiros e sorvetes valer a pena. E você então vai entender o porque de todos os outros não terem dado certo.

 "Mas, quando vier o que é perfeito então o que é imperfeito desaparecerá."
(Coríntios 3.10)


Este post faz parte da blogagem coletiva do Rotaroots, um grupo de blogueiros saudosistas que resgata a velha e verdadeira paixão por manter seus diários virtuais. Para ler todas as blogagens coletivas do Rotaroots, clique aqui. Quer participar? Então faça parte do nosso grupo no Facebook.

6 comentários:

  1. Concordo plenamente com a parte da amizade,muitas vezes deixamos nossos amigos de lado por causa de um namoro que nem sabemos se vai pra frente.Minha irmã caçula passou por isso,na morava um rapaz,que a afastou de vários amigos por ciúme.E hoje?Bem,o namoro não deu certo e ela está sem namorado e sem os amigos.
    Não vale apena abandonar os amigos,por causa de uma paixãozinha de adolescência.
    https://www.facebook.com/Reflexoesdaminhamentedoida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa coisa de deixar os amigos é complicada, porque na maioria dos casos a pessoa não percebe que esta fazendo isso.
      Mas o bom é que amigos sempre serão amigos, pelo menos os verdadeiros.
      Beijos Bruna

      Excluir
  2. Concordo com cada palavrinha, sofri muito já por não escutar minha mãe, mas acho que dessas, a pior coisa é o ciúme em excesso e esquecer amizades, não suporto isso, porque os amigos estão sempre do nosso lado né, depois o relacionamento acaba, eai? Amei seu post <3

    estranhanoparaiso.com.br
    youtube.com/estranhanoparaisoh

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem nunca ignorou algum conselho dos pais? rs
      Ainda bem que quando crescemos conseguimos reconhecer e valorizar.
      Ciúmes é realmente difícil de suportar, acho que não há relação que dure.
      Beijos

      Excluir
  3. Oi Camila,
    acho que ainda não tinha vindo aqui no seu cantinho fazer uma visita. Fiquei feliz de ter tido essa oportunidade pelo BQI, porque adorei o espaço.
    Suas reflexões sobre relacionamento são bem certeiras mesmo, acho que a gente se perde muito dentro de um romance, que esquece do mundo, adora os defeitos e não ouve ninguém. Nesse momento mesmo estou com uma amiga nessa situação, acho que vou indicar o seu post para ela dá uma lida, quem sabe ela não pensa melhro sobre as escolhas que tem tomando, não é verdade?
    Um abraço

    http://mesadecafedamanha.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana, fico feliz por ter conhecido não o meu, mas o nosso cantinho.
      Estar apaixonado é quase sempre sinônimo de inconsequência.
      E espero que sua amiga possa aprender da maneira mais fácil, com os erros dos outros.
      Beijão e obrigada ♥

      Excluir

Germine aqui um pouco de amor. ♥