08 junho 2015

BLOGS UP| E OS NAMORADINHOS?


Leia ouvindo: James Bay - Let It Go

Hoje pela vigésima vez você me deixou plantada, após duas horas sentada na minha sala com aquela sandália que você diz que gosta, mas nunca nota quando a uso. Me produzi toda. Passei quase uma hora assistindo um tutorial no youtube para que meu rosto fosse o único alvo do seu olhar, escolhi aquele vestido azul que ganhei no natal.
Enquanto procurava as chaves na minha bolsa algo dentro de mim gritava que dessa vez fosse diferente. Esperava que chegasse no horário combinado, que notasse meu cabelo, que gostasse do meu batom, que segurasse minhas mãos e estufasse o peito porque ao seu lado estava uma mulher de verdade e não essas menininhas que insiste em colecionar. No entanto, foi exatamente como sempre, você continua sendo esse mimado que se considera dono de todos os meus textos.
Tirei o salto, sentei no sofá e chorei. Senti uma raiva absurda, senti vontade de ir ao seu encontro e dizer que estou te deixando (se for possível deixar alguém que nunca foi nosso). Dizer que cansei dessa história "deixa que eu te ligo", mas desisti. Sabia que seus olhos me invadiriam e suas mãos fingiriam que gosta do meu calor, eu não conseguiria falar e seria sua mais uma vez, mas pela manhã você continuaria sendo esse destruidor.
Estou cansada Zé. Preciso de alguém que queira me amar durante o dia todo e não só em algumas horas dele. Cansada de ouvir perguntas do tipo e seu namorado? Quando mais nova até achava graça quando escutava "E os namoradinhos?", talvez fosse porque não tinha ninguém que meu coração desejasse ter esse "cargo", mas agora tem Zé. Tem você, e não tem.
Quero alguém que me note em meio a multidão, que saiba minha cor preferida, que ame meu perfume, que arranque meu batom, que goste do escuro, mas prefira olho nos olhos. Que brigue e descorde de mim em vários aspectos, mas que logo faça as pazes porque somar é melhor que subtrair. Quero alguém que saiba dar valor ao que tem nas mãos e coração. Quero alguém que possa responder as perguntas dos namoradinhos sendo o NAMORADO.
E querendo tudo isso a única coisa que não posso continuar querendo é você Zé.


14 comentários:

  1. Meu Deus que Lindo ficou o texto, deu pra imaginar cada detalhe. Gosto de ler e viajar assim, Parabéns pelo texto e pelo blog. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como fiquei feliz com seu comentário Thalles.
      Espero te ver por aqui mais vezes.
      Beijos

      Excluir
  2. HAH "não essas menininhas que insiste em colecionar"
    Ai como eu queria mandar esse texto pra alguém ¬¬
    Mas, já foi :)

    Adorei.
    Sintonia total visse
    Texto 10
    Adorei a sinceridade!!
    Parabéns!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Léa, obrigada linda.
      Ás vezes bom seria mandar mesmo sabia, rs?!
      Beijos

      Excluir
  3. Adorei o texto! E odiei o Zé!!!

    Beijos
    www.belezurasetravessuras.com

    ResponderExcluir
  4. Caraca, que texto foi esse? Parecia que eu estava dentro de uma locomotiva. Sabe, acho que o seu texto ficou tão bom, que até vale a pena ser o Zé, só pra fazer parte dele.
    Esse Zé é um otário, tão otário que nem merecia estar nesse seu texto.

    www.anaxquerdizer.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa eu que te pergunto que comentário foi esse? ♥
      O pior é que mesmo odiando o Zé acho que no fundo ela só consegue amá-lo, porque pra odiar ela teve que gostar primeiro.
      Beijos.

      Excluir
  5. Muito bom o seu texto,tem intensidade,um misto de emoções que nos despertam :)
    Acho que todo mundo odiou o Zé,mas sem ele a história não seria tão impactante e emocionante rs.
    Parabéns :D
    Beijos ^.^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Jenny infelizmente ou felizmente sem o Zé não teríamos a história toda.
      Obrigada
      Beijos Linda

      Excluir
  6. Oi Camilia, ta boa?
    Adorei o texto, achei muito fofo e é algo pelo qual já passei e acho que ainda passo. Esse negocio de notar, de fazer-se importar, estar presente, é uma coisa que me magoa muito. E é tema de uma história que estou escrevendo com muito pesar por ser verdadeira.
    Só que nessa de escrever e ler sobre esse tipo de assunto, me faz pensar que talvez o garoto pode ser desatento e eu a desastrada e mesmo assim estar junto e se dar bem. Desde que os dois se gostem ainda. E se importem um com o outro!
    O problema não é realmente o batom que ele não notou, a sandália que você calçou ou o vestido azul. O problema é ele não ter reparado que você estava lá por ele!
    Ain fico até meia cabisbaixa! hahahaha

    http://www.seismilmilhas.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Disse tudo Sarah, é claro que os detalhes pesam, mas o não estar presente é o que machuca, que magoa, que fere.
      Adoraria ler sua história.
      Beijos linda.

      Excluir
  7. Amei o texto... que lindo. Me identifiquei demais nesse texto, to sempre nessa confusão de sentimentos pelos Zés alheios.
    Bjs

    Meu Mundinho de Sofia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ás vezes aparecem os Zés assim no nosso caminho, criando caos né.
      Beijos

      Excluir

Germine aqui um pouco de amor. ♥