09 janeiro 2015

SOBRE AMAR A PESSOA REFLETIDA NO ESPELHO



A um tempo atrás estava deitada na minha cama aos soluços porque na minha cabeça eu jamais conseguiria emagrecer. Eu me olhava no espelho e sentia vontade de me bater. Não gostava da pessoa que via refletida, dificilmente conseguia me sentir bonita em uma roupa, mas não fazia nada para mudar a situação.Comprava roupas para disfarçar meu peso, não porque queria usá-las. 

Nunca tive um corpo magrinho, mas depois de duas gravidez relaxei absurdamente. E não vou e nem posso culpar meus filhos porque conheço inúmeras mulheres que tiveram filhos e voltaram ao normal após um tempo. Sempre tive a consciência que a culpa de estar naquela situação era minha.
O verdadeiro problema é que nunca me amei de verdade. Se olhar no espelho e se sentir feliz com a sua imagem. Não é uma luta fácil, acredito que nada na vida seja.

Em agosto do ano passado após a crise de choro resolvi levantar a cabeça. Tirei os desejos do papel e da minha imaginação e os coloquei em ação. Parei de fazer a vítima e fui para posição de eu é que mando aqui. Parei de querer comer besteira todas as tardes, larguei meu amor por coca-cola, esqueci o caminho do Mac que meus pés já sabiam de cor e salteado, cortei tudo aquilo que os médicos estão cansados de dizer que faz mal. 
Comecei com alimentação saudável e muita mais muita água (acredite isso faz toda diferença).
O difícil não é o deixar de comer, mas mudar a mente. Entender que você não precisa comer até acabar com os brigadeiros da festa.

No começo foi ainda mais difícil entender que os outros não tinham nada a ver com o meu desejo de mudar. Logico que todo mundo deveria ter uma alimentação saudável, mas eu não poderia privar minha família e amigos de comer o que eles queriam só porque eu não podia. 
Teve dias que eu ficava nas folhinhas de alface e eles nos cachorros quentes da vida. Isso foi extremamente difícil, mas toda vez que eu me olhava no espelho eu via aquela pessoa que não era minha real imagem, era um incentivo a não entregar os pontos.

Aprendi também que tinha que mudar porque era uma vontade minha e não pelo os outros. 
Fazer algo para agradar alguém ou porque a mídia impõe que bonito é ser magra é o primeiro passo para o fracasso. Você pode até começar bem, mas não vai conseguir se a vontade de mudar não for sua. Outra coisa deixe de ser hipócrita com você e com os outros. Eu lembro que quando conversava com minhas amigas sobre esse assunto sempre tinha a frase na ponta da língua"eu estou bem assim". Isso era uma mentira tão absurda que depois de um tempo comecei acreditar nela.

E quero deixar claro que não estou dizendo que apenas pessoas magras são felizes, mas no meu caso isso era o que me incomodava, que causava sofrimento. Então quando decidi mudar por mim e somente por mim comecei a obter os resultados do meu esforço. E olha valeu cada recusada para comer aquele brigadeiro de panela com as amigas, ou o famoso lanche do Mac, valeu ter me controlado nas festinhas e segurado a onda nos passeios com a família.

Outra coisa importante é saber que você não perderá os hambúrgueres que acumulou durante anos em semanas, okay. Quando perdi dois quilos percebi que somente a educação alimentar não seria o suficiente para eliminar os quilos extras que acumulei durante anos. Então comecei os exercícios (tudo em casa) o que intensificou a queima de gordura.
Hoje cheguei ao meu peso ideal, e pergunta se estou feliz? 
Eliminei junto com minha tristeza e baixo auto estima 17Kg. Agora estou em outra fase, quero ganhar músculos para fortalecer o corpitcho.
Nessa jornada descobri que sou capaz de conseguir alcançar meus objetivos. E que a única pessoa que pode me parar é aquela na frente do espelho, mas essa agora é minha amiga.


Seja mais FORTE que sua melhor desculpa.

5 comentários:

  1. parabéns.... eu vou conseguir também!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo amiga, força, foco e determinação.

      Excluir
  2. Que bom que conseguiu alcançar seus objetivos. Eu sou o oposto, sempre tive problemas com o baixo peso e ouvia aquelas frases "nunca vai arrumar um namorado, não tem nem onde pegar" isso é extremamente chato e sem contar os apelidos. Eis que eu passei a não ligar, me amo e me aceito assim como sou e sou feliz :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é as pessoas tem a mera credulidade de acharem que só quem está acima do peso sofre, mas sei que não é assim.
      Cada é diferente e logo os problemas também são, mas fico feliz que você também tenha aprendido a se amar, porque o mulher bonita que cê é hen?!
      Beijos

      Excluir
  3. Post maravilhos, eu entendo você, eu me sentia muito mal por ser muito gordinha, mas no meu caso eram problemas de saude e remedios que não me permetiam emagrecer, mas dpois eu comecei a achar reespostas e não desculpas para começar a mudar, então comer em hora certa e tomar aguá é algo que ajuda e muito e também opitar por coisas lights me ajudaram muito e perdi 12kg em 1 mês e estou na luta pra perder mais rsrs aliás, só quero olhar no espelho e me sentir bonita! Post inspirador!
    Beijoo
    http://www.depoisdevoar.com/

    ResponderExcluir

Germine aqui um pouco de amor. ♥